segunda-feira, 14 de abril de 2008

Recomendações


Não sei se me preocupo demais
Sei que às vezes falta paz
Quando eu vou andando nas esquinas
Enchem os barulhos dos motores e buzinas.

Não sei se me desligo demais
Sei que às vezes falta paz
Quando eu vou entrando nos cinemas
Enchem minhas tramas, meus dilemas.

Busco longe a minha paz
Às vezes não espero mais as rimas
Sei de tudo o quanto sou capaz
Sei que temos que ficar sempre pra cima.

Sei também que podemos então chorar
Para saber quem pode nos secar
Quando o frio precisa nos aquecer
E o calor nós temos que esfriar.

PISA DE CIPÓ DE CANSANÇÃO

( No espinhaço dos ladrões desta Nação ) Na esquina, um pipoco... Eco do topo da pirâmide, Das árvores mal plantadas Para fru...