quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Desapropriação

A tua sinceridade

É dolorosa,

Indispensável

E nítida.

Incólume

Como

O que

Não sabemos,

Se sonhamos.

A minha motocicleta

Andou tantas léguas

Pra te encontrar inteira.

E as bolas de campo

Rolam tão corretas

Que um gol de lança

Eu ousei desperdiçar...

Na evidente partida.

Por conter energias,

Para salvar nossas vidas.

A tua sinceridade

Me maltrata,

Mas faz-me

Sentir-se

Seguro no mundo,

Por saber

Que as pessoas podem,

De fato, ser verdadeiras.

Sem hipocrisia,

Foram as dinastias

Que desapropriaram

O próprio homem

Da interlocução

Consigo mesmo.

O Morro Sagrado

Recife é azul quando vem Nossa Senhora, A procissão toda coberta com seu manto azul. A coisa mais linda do mundo; Ceça Nossa Senhor...