segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Pronto final

Não nascemos pra chorar;
Vemos tantos a sofrer.
Quem vai nos libertar?
Não pergunte que não sei.

Ando em dúvida material
Quero saber do espiritual,
Só assim sossego o facho
E me conformo no sinal.

Não se conforme no final...
Há perigo onde você anda...
Não se deite nesta cama...
Não alimente este teu mal...

Por fim, vá para o seu banho.
Para se juntar ao seu rebanho
E voltar a ser bem inusitado;
É impossível a gente involuir!
Se só ficarmos estacionados.


(Cristiano Jerônimo)

PISA DE CIPÓ DE CANSANÇÃO

( No espinhaço dos ladrões desta Nação ) Na esquina, um pipoco... Eco do topo da pirâmide, Das árvores mal plantadas Para fru...