sábado, 21 de junho de 2008

A(E)s(x)iladas


As mulheres de boa idade
Nos ensinam a viver a vida.
Moram na casa ao lado
E esperam o dia passar logo,
Enquanto a vida demora
Nas páginas dos jornais.

Pequenas edificações e carros
Testemunham a paz da beira do lago.
É quando vejo cinco ou seis velhas
Senhoras de boa idade sentadas à TV.

As mulheres vizinhas de boa idade
Vivem longe das suas famílias,
Sem saber que enquanto esperam viver
Os dias passam lentos para morrer.

Asiladas em seus mistérios
Lúcidas, apavoradas e risonhas.

Aos domingos sentam-se na sala
Para esperar a hora do almoço
Sem os filhos
Sem os netos
Que um dia
Ajudou a vestir...

Um comentário:

  1. I know thіs web site provides ԛuality dependіng artiсles and otyeг ѕtuff, is there any other site which provіdeѕ such things inn quality?


    Here is my sit arquitetura

    ResponderExcluir

Quevedo (A hora...)

Eu não posso dar conta da realidade, Se toda vez que percorro essa cidade, Desponta luz toda sorte de iniquidades; Porque se diz ...