sexta-feira, 27 de junho de 2008

Arco-Íris


(Inédita)


Eu não posso vencer a ninguém
A não ser a mim mesmo.
E seguir o meu caminho
Sem caminhar a esmo.

Até chegar ao princípio,
Sei que é sempre assim...
Pois o arco-íris é o início;
É infinito, mas tem fim...

3 comentários:

  1. Parabens, Cristiano
    É lindo, como tudo o que compões
    Lúcia Pereira

    ResponderExcluir
  2. Parabens, Cristiano
    É lindo, como tudo o que compões
    Lúcia Pereira

    ResponderExcluir
  3. Como é interessante
    o jogo de palavras que você tem.
    As palavras encaixam como um quebra-cabeça.

    Parabéns!

    Daniel Sobral

    ResponderExcluir

Todas as tochas da paz

Vamos Que a cadeia Não é lugar Pra gente não!... Mas tem uns homens Que roubam a gente E vivem contentes Com seus poder...