terça-feira, 14 de outubro de 2014

Marfins do elefante


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quevedo (A hora...)

Eu não posso dar conta da realidade, Se toda vez que percorro essa cidade, Desponta luz toda sorte de iniquidades; Porque se diz ...